Aliados na hora de estudar

Conheça alguns alimentos que influenciam nosso desempenho na hora de estudar

Alguns alimentos, quando consumidos regularmente, costumam ajudar no desempenho dos estudos. (Crédito: Pixabay)

 

Ter uma alimentação saudável pode nos garantir saúde e bem-estar. Isso porque, dependendo do que escolhemos para nosso cardápio, é possível evitar doenças, garantir mais anos de vida, ter mais energia e um aproveitamento melhor do nosso dia. Além dos seus benefícios físicos, os alimentos também podem garantir saúde mental e proporcionar um grande rendimento nos estudos.

 

Somente uma boa alimentação pode garantir que o nosso cérebro trabalhe melhor. Isso acontece porque o que ingerimos pode fornecer vitaminas e nutrientes necessários ao organismo para que nossa mente tenha um desemprenho produtivo e eficiente. Com isso, quando nos alimentamos de comidas industrializadas, congeladas e pré-fritas, por exemplo, estamos consumindo itens que não trazem a quantia ideal de nutrientes.

 

A nutricionista Nathália Araújo afirma que alimentos aliados na hora de estudar são os ricos em vitaminas, principalmente do complexo B. Carnes, leites, ovos, brócolis, cereais integrais, ervilhas, amendoim, aspargo e espinafre são alguns exemplos. Ela afirma que também é possível colocar no cardápio alimentos com gorduras boas, como a castanha do Brasil.

 

Mayara Spilotro, acadêmica de Psicologia, confirma que a castanha ajuda no desempenho dos estudos. Depois de reeducar sua alimentação, a estudante diz que em sua nova lista dos "bons alimentos" não falta castanha e chia, que ela garante funcionar. “A castanha é um alimento riquíssimo em selênio, que é super importante para o bom funcionamento do cérebro. Já a chia é riquíssima em proteína. Por isso, na minha casa não faltam esses dois presentes da natureza. Uso sempre!”.

 

 

É bom evitar!

“O importante é evitar ao máximo alimentos super processados, como salgadinhos, que são ricos em sódio e pobre em nutrientes”, aponta a nutricionista. Mayara está no caminho certo, já que agora conta sempre com verduras e legumes. Ela ainda garante que evita alimentos com glúten, pois “pesa” no organismo.

 

Ter uma boa alimentação e procurar alimentos leves proporciona ao estudante menos cansaço físico. Afinal, se o corpo estiver cansado, a mente terá o desempenho intelectual prejudicado. Portanto, ter uma rotina e não exagerar em alimentos gordurosos, por exemplo, garante ao aluno disposição na hora de estudar e, com isso, facilidade para o aprendizado.

 

Para ouvir a entrevista completa com a nutricionista Nathália Araújo clique aqui.

 

Please reload

Jovens LGBT enfrentam preconceito dentro de casa

18.11.2019

Ser bilíngue significa expandir os horizontes

11.11.2019

Terror destaca cinema nacional

04.11.2019

1/3
Please reload

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon

Siga a Entreverbos

Revista online produzida pelos alunos do curso de Jornalismo

Centro Universitário Internacional| UNINTER |

Rua Saldanha Marinho, 131 – Centro | Curitiba-PR |

revistaentreverbos@gmail.com

 Site projetado por Agência Experimental Grafita
Colaboração de layout por Guilherme Dias
Siga a EntreVerbos
  • fb icon 2
  • yt icon 2
Revista digital produzida pelos alunos do curso de Jornalismo