Restaurante usa sobras de alimentos para gerar energia

Sistema usado pelo empreendimento em Mato Grosso funciona a partir de seis biodigestores integrados, que gera biogás e fertilizante natural para plantas

Fachada do Restaurante Brasô Grill (crédito: Daiane Regina Dallegrave)

 

Se todos os restaurantes empregassem a ideia do empresário Eduardo José Gil do Amaral de aproveitar os restos de alimentos para gerar energia, a saúde do planeta certamente melhoraria um pouco. O restaurante de Amaral, o Brasô Grill, seis sistemas de biodigestores integrados reaproveitam o lixo orgânico que seria descartado. A iniciativa, que coloca o empreendimento na lista de projetos inovadores, mostra que é possível preservar, transformando o desperdício de comida em geração de energia renovável.

 

E a preocupação de Amaral com o meio ambiente não é de agora. Desde a inauguração o restaurante ficou conhecido na cidade por preservar em sua arquitetura uma árvore tradicional da região, muito imponente e de visual marcante, conhecida como Guapuruvu. Agora, com o sistema de reaproveitamento, o empreendedor dá mais um passo rumo à sustentabilidade ao reutilizar os resíduos orgânicos para gerar biogás e um fertilizante líquido natural para as plantas.

Sistema com 6 biodigestores integrados instalados no restaurante ( crédito : Daiane Regina Dallegrave)  

 

O Homebiogas, sistema usado por Amaral, foi criado por uma empresa israelense há 10 anos. Três quilos de lixo orgânico geram até três horas de biogás. Além da reciclagem e economia de energia, destaca-se ainda a redução do uso de carvão e o emprego em sistemas de saneamento básico. “Cada Biodigestor deixa de enviar uma tonelada de resíduos orgânicos para o aterro e também, deixa de emitir seis toneladas de gás de efeito estufa na atmosfera. Com isso, o Brasô Grill deixará de produzir mais de seis toneladas de lixo por ano e possibilitará de 15 horas a 18 horas de biogás por dia”, enfatiza o dono do restaurante.

 

Com fluxo grande de clientes diariamente e um alto desperdício de comida, o empresário afirma que o novo sistema, em comparação a outros como compostagem, confere um destino mais sustentável aos resíduos. “Nosso estabelecimento tinha muito lixo orgânico, então começamos a procurar a maneira mais adequada de fazer o descarte. Inicialmente, pensamos na compostagem, mas os restos de comida eram excessivos, e também não seria permitido pela Vigilância Sanitária do município. Então nós ouvimos falar do equipamento Homebiogas, pesquisamos e decidimos implementar aqui no Brasô”, conta Amaral.

Eduardo Gil do Amaral, proprietário do restaurante Brasô Grill (crédito :Daiane Regina Dallegrave)

 

Veja como funciona o sistema de biodigestores Homebiogas

O processo passa por 4 etapas, são elas:,

Etapa 01 – O sistema é alimentado com resíduos orgânicos;

Etapa 02 – Bactérias decompõe esses resíduos no biodigestor;

Etapa 03 – O Biogás é armazenado no reservatório de gás para ser utilizado em um fogão;

Etapa 04 – O fertilizante líquido pode ser usado em jardins e plantações.

 

 

Um diferencial do Homebiogas é que ele pode receber qualquer tipo de lixo orgânico, incluindo óleos e frituras, e não apenas legumes, vegetais e frutas in natura. Quem adota esse sistema só precisa manter a umidade para garantir que a atividade biológica aconteça.

 

Dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) apontam que em média 1,3 bilhão de toneladas são desperdiçadas ou perdidas na cadeia alimentar, isso representa cerca de 30% da comida produzida no mundo. Diante de tanto desperdício de alimentos no mundo Leandro Toledano, representante da Marca Homebiogas no Brasil, conta que o seu desejo é mostrar para a sociedade que existem alternativas para transformar o desperdício em energia limpa: “É possível praticar a sustentabilidade, através de fontes de energias renováveis, e fazer dessas ações um estilo de vida consciente a favor do meio ambiente”, afirma Leandro.

Please reload

Ser bilíngue significa expandir os horizontes

11.11.2019

Terror destaca cinema nacional

04.11.2019

Restaurante usa sobras de alimentos para gerar energia

21.10.2019

1/3
Please reload

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon

Siga a Entreverbos

Revista online produzida pelos alunos do curso de Jornalismo

Centro Universitário Internacional| UNINTER |

Rua Saldanha Marinho, 131 – Centro | Curitiba-PR |

revistaentreverbos@gmail.com

 Site projetado por Agência Experimental Grafita
Colaboração de layout por Guilherme Dias
Siga a EntreVerbos
  • fb icon 2
  • yt icon 2
Revista digital produzida pelos alunos do curso de Jornalismo