Aplicativos facilitam a comunicação entre surdos e ouvintes

 A tecnologia auxilia ouvintes que não sabem a Língua de Sinais na comunicação com surdos

 

Mais de 1% dos brasileiros têm algum grau de perda da audição. (Crédito: Fernanda Bueno)


Todos os dias temos contato com algum tipo de tecnologia, que, muitas vezes, facilita o que vamos fazer no trabalho, faculdade ou até mesmo na comunicação com conhecidos e familiares. Mas, já parou para pensar que existe tecnologia proporcionando inclusão para surdos? Sim, ela existe! 

 

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que 1,1% da população brasileira é total ou parcialmente surda. O levantamento, de 2013, mostra que 0,9% dos brasileiros ficaram surdos em decorrência de alguma doença ou acidente e 0,2% nasceram surdos. Do total de deficientes auditivos, 21% tem grau intenso ou muito intenso de limitações, o que acaba comprometendo atividades corriqueiras.


Contudo, as tecnologias que proporcionam aos surdos maneiras diferentes de se relacionar com o mundo também estão se ampliando. Desde de relógios vibradores, que ajudam a acordar, até aplicativos que auxiliam na comunicação com ouvintes que não sabem Libras. Com isso,  há facilidade até mesmo para os ouvintes que convivem com surdos, que agora também contam com a tecnologia para ajudar na comunicação.

 

>>> Libras: Lei completa 15 anos

>>> Libras: língua contribui para uma educação melhor

>>> Libras: barreira linguística afeta cotidiano


Denise Moccelin nasceu surda e trabalha com Tecnologia da Informação na empresa Clínica Imagem. Ela conta que a tecnologia ajuda muito na comunicação com outros colegas e, principalmente, com ouvintes que não têm conhecimento da língua de sinais. "No trabalho nós usamos e-mail e grupos no WhatsApp, além do programa interno na empresa, que é parecido com o Messenger", relata Denise.


Além das tecnologias de mensagens instantâneas, Denise conta que, para as pessoas que não sabem Libras, ela e seus colegas que sabem procuram ensinar pessoalmente. Para ajudar com a comunicação, eles usam o aplicativo Hand Talk, que é um  recurso para traduzir Libras. 

 

 

Hand Talk

 Aplicativo Hand Talk chegou para facilitar a comunicação entre surdos e ouvintes que não sabem Libras. (Crédito: Fernanda Bueno)


Com o objetivo de ajudar ouvintes que não sabem Libras, o aplicativo Hand Talk facilita a comunicação entre ouvintes e surdos. Além de ser gratuito e estar disponível para baixar em IOS, Android e Blackberry, o aplicativo ganhou o prêmio da Organização das Nações Unidas (ONU) de melhor aplicativo social do mundo (WSA Mobile Abu Dhabi – 2013). 


Em 2008, Ronaldo Tenório, publicitário, teve a ideia de criar o aplicativo, que começou como um projeto de faculdade. Mas, somente em 2012 a ideia se tornou prática, quando ele e mais dois amigos, hoje sócios - o analista de sistemas Carlos Wanderlan e o arquiteto especialista em 3D Thadeu Luz - apresentaram a solução em um desafio de startups e se tornaram campeões.


"A gente percebeu a dificuldade que o público surdo tem em se comunicar com os ouvintes. E com o aplicativo podemos ajudar milhões de pessoas a quebrarem esta barreira”, revela Tenório. Assim, surgiu o tradutor de bolso,  usado como um recurso de tradução para Libras, que estreita os laços entre surdos e ouvintes. Com a ajuda do Hugo, um intérprete virtual 3D, o aplicativo permite ao usuário traduzir textos e voz para a Língua Brasileira de Sinais. 

 

Confira depoimentos de pessoas que usam o aplicativo Hand Talk:

 

Usuários do aplicativo Hand Talk contam como o aplicativo facilita no aprendizado de Libras. (Crédito: HandTalkTV)


 

Please reload

Pessoas de todas as idades se rendem aos grupos de ciclistas

31.03.2020

Sem habilitação não tem trânsito seguro

17.03.2020

Um projeto de superação para além das quatro linhas

17.03.2020

1/3
Please reload

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
Revista online produzida pelos alunos do curso de Jornalismo
Siga a EntreVerbos
  • fb icon 2
  • yt icon 2
Revista digital produzida pelos alunos do curso de Jornalismo 
 

Centro Universitário Internacional| UNINTER |

Rua Saldanha Marinho, 131 – Centro | Curitiba-PR |

revistaentreverbos@gmail.com

Siga a Entreverbos

 Site projetado por Agência Experimental Grafita
Colaboração de layout por Guilherme Dias