A ascensão do universo nerd

Hoje o público nerd é supervalorizado e até contam com uma rede social exclusiva

 

O mercado viu os "nerds" como um público em potencial e decidiu apostar nesse segmento.  (Crédito: Acervo gratuito Wix)

 

Astronomia, filmes, séries, música, história em quadrinhos, literatura, esportes, tecnologia, games, mangás, animes. Você se interessa por algum desses assuntos a ponto de obter um conhecimento além do “comum”? Se sua resposta for sim, você pode ser considerado um nerd!

 

Existem algumas teorias sobre a origem da palavra "nerd", no entanto, uma das mais aceitas e conhecidas é a de que seja uma sigla que os funcionários da Northern Eletric Reasearch and Development (Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Companhia Northen Eletric) traziam em seus crachás. Essa empresa está localizada no Canadá e hoje se chama Nortel.

 

Por muitos anos perdurou o estereótipo de que os nerds eram pessoas estranhas, que vestiam camisa xadrez, usavam óculos “fundo de garrafa” e, por serem muito inteligentes e tímidos, tinham dificuldades em ter relações sociais. Eles sofreram muito bullying até ganharem o status que têm hoje. A situação mudou completamente: atualmente os nerds são valorizados, tanto que ganharam até uma rede social só para eles. 

 

O crescimento da internet foi o que inspirou a criação da Social Nerds. (Crédito: Divulgação)

 

A Social Nerd, criada por Hassib Zebian e Diniz Fiori, e desenvolvida pela Agência e5, preza por essa mídia segmentada, disponibilizando várias categorias e assuntos para seus usuários. O objetivo principal é aproximar as pessoas de diversos lugares do Brasil. A rede social foi criada em 2015, mas no Facebook a página Social Nerd já fazia sucesso com quase 200 mil curtidas - tanto que foi daí que os fundadores pensaram em criar uma plataforma exclusiva para os nerds. "Eles precisavam de espaço, mas esse público veio com o forte crescimento da internet", afirma Zebian.

 

Hassib Zebian é um dos criadores da Social Nerd. (Crédito: Acervo pessoal/Hassib Zebian)

 

Há bastante material voltado para o público nerd. Os podcasts fazem muito sucesso e trazem pautas como mitologia, grandes guerras, jogos, tecnologia, séries e diversos outros temas, buscando ter no estúdio, junto com os apresentadores, um professor ou especialista sobre o assunto abordado. O cinema também abriu os horizontes para os nerds, adaptando as histórias em quadrinhos (HQ's) em roteiros para filmes, que se transformaram em franquias. 

 

Os nerds são um público bem definido e necessitam de um espaço para que possam debater sobre diversos temas da Cultura Pop. Quando questionado sobre a Social Nerd se tornar uma referência nesse mercado de redes sociais seletivas, Hassib respondeu. Ouça aqui.

 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o universo geek pode até comemorar o dia 25 de maio, que é considerado o dia do orgulho nerd.

Humanidade sociável

O comportamento das pessoas vai mudando com o passar dos anos e as redes sociais refletem isso. Em meados de 2008, o Orkut fez muito sucesso no Brasil até seus usuários o “substituírem” pelo uso do Facebook. 

 

O Facebook ainda "reina" em nosso país, com cerca de 102 milhões de usuários. Atualmente é a rede social mais usada, porém o “ciclo” vai se renovando e as pessoas buscam por novidades. O Instagram é uma das redes sociais que mais ganhou adeptos. A funcionalidade e a simplicidade de compartilhamentos de fotos, vídeos e textos auxiliam para o crescimento no número de pessoas ativas nas redes. 

 

Para o sociólogo Luiz Belmiro Teixeira, os indivíduos veem as redes sociais como uma "vitrine" e é justamente isso que as atrai. No entanto, devemos atentar que existem riscos no mundo online e nem tudo deve ser compartilhado, deve-se ter cautela e tomar cuidado com as informações pessoais. 

 

O conteúdo na web é muito vasto e variado, e Teixeira também comenta sobre a influência que a opinião de pessoas populares nas redes causam. "Temos vários exemplos de pessoas que são influentes sem apresentarem uma discussão mais aprofundada sobre nenhum assunto, mas o seu carisma acaba atraindo milhares de seguidores".

 

 

 

 

Please reload

Redes sociais se tornam válvula de escape durante o isolamento social

10.07.2020

Aumento de ataques cibernéticos alertam para a necessidade de se ter cuidados com a proteção

24.06.2020

Atividades culturais na internet ajudam a enfrentar a quarentena

19.05.2020

1/3
Please reload

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
Revista online produzida pelos alunos do curso de Jornalismo
Siga a EntreVerbos
  • fb icon 2
  • yt icon 2
Revista digital produzida pelos alunos do curso de Jornalismo 
 

Centro Universitário Internacional| UNINTER |

Rua Saldanha Marinho, 131 – Centro | Curitiba-PR |

revistaentreverbos@gmail.com

Siga a Entreverbos

 Site projetado por Agência Experimental Grafita
Colaboração de layout por Guilherme Dias