top of page
  • Revista EntreVerbos

Em tempos de dificuldade ao acesso à cultura, JUVRio leva juventude carioca para pontos turísticos

Com o passeio gratuito, jovens de 15 a 29 anos podem conhecer espaços turísticos e culturais como Theatro Municipal, Maracanã e Corcovado.

Por Julia Bispo

Em um país tão rico e diverso culturalmente, com vários “brasis” dentro de um só Brasil, muitos são privados de usufruir desta riqueza, e às vezes, até conhecer e trafegar pela sua própria cidade. Mesmo o acesso à cultura sendo um direito assegurado pela Constituição, Artigo 215 (https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10648364/artigo-215-da-constituicao-federal-de-1988), grande parte da população não consegue aproveitar as atividades culturais que são oferecidas no território. O motivo deste problema está relacionado ao alto custo de vida ao lado de um salário que mal cobre as necessidades desta população, quanto mais cobrir os valores elevados para ingressar e frequentar os pontos turísticos e outros espaços culturais.


Esta situação e a falta de democratização da cultura são comprovados por meio de dados, como este divulgado em 2017/2018 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), disponível neste link: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/multidominio/cultura-recreacao-e-esporte/9388-indicadores-culturais.html#:~:text=Gastos%20das%20fam%C3%ADlias%20(em%20formato%C2%A0xlsx%C2%A0e%20ods)


A pesquisa aponta que eram gastos mensalmente R$ 291,18 com eventos culturais, 7,5% das despesas das famílias, um índice abaixo dos custos de subsistência para onde quase todo o salário se destina.


Neste cenário, em meio à dificuldades, a Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio) criou um projeto chamado “Nosso Rio”, que leva jovens de 15 a 29 anos, de forma gratuita, para conhecer pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro. De acordo com a Subsecretária da Juventude, Gabriella Rodrigues: ““Nosso Rio” é um projeto de fomento do turismo entre as juventudes cariocas, tanto o turismo tradicional, com lugares, como Pão de Açúcar e Corcovado, tanto o turismo não visto como tradicional, como passear por lugares de Santa Cruz e entender o que está visitando, como aquele lugar pode ter um traço explorado turisticamente”.


Sobre o impacto do projeto e sua importância para estes jovens, a subsecretária acrescenta: “Este projeto surgiu a partir do entendimento e dos dados de que muitos jovens cariocas não conhecem os pontos turísticos, e exatamente pelos jovens não conhecerem estes pontos da sua cidade, vem a sua importância no sentido de inclusão social. Porque o jovem fazendo estas visitas e capacitações que a gente dá dentro do “Nosso Rio”, ele usufrui do seu direito de acesso à cidade e também é capaz de se interessar e descobrir ferramentas no mercado do turismo, e quem sabe, vir a ingressar nesse ramo como uma profissão.”


Em paralelo aos passeios, os jovens deste projeto participam de um curso online com certificado que foca em ampliar o acesso ao conhecimento acerca da história dos espaços culturais e que contribui para o aumento do sentimento de pertencimento.

Para participar do projeto é preciso se inscrever em um formulário disponível no Instagram da Secretaria (@juvrio), perfil que pode ser acessado através deste link: https://www.instagram.com/juvrio/?igshid=MzRlODBiNWFlZA%3D%3D.


Ao ser selecionado, o jovem se mantém em contato com os Agentes da Juventude, responsáveis por fornecer todas as informações necessárias acerca das visitações. Nas jornadas são oferecidos lanches, transporte e ingressos gratuitos para acessar os espaços. Além disso, os passeios são repletos de atividades, como palestras, jogos e oficinas que enriquecem a experiência.

Commenti


bottom of page