• Lucas Rabuske

Porto Alegre trabalha para se tornar polo para o skate

Capital gaúcha apresenta pistas em parques e praças localizados em diversos pontos da cidade e quer se tornar ponto de referência nacional


Parque Marinha do Brasil conta com uma pista adequada para a prática. (Créditos: Ruan Richard).


O skate perfila entre um dos esportes mais apreciados pelo público jovem de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. A prática, tanto profissional quanto amadora, começou a se tornar tendência na cidade nos anos 1970 e permanece ativa até os dias de hoje. Apesar de possuir diversos lugares apropriados para a sua prática, a cidade ainda não é a ideal para quem pratica.


Atualmente, Porto Alegre apresenta muitos pontos para prática do skate, dos quais muitos não recebem a devida atenção da prefeitura da cidade. “Acredito que poderiam ocorrer melhorias em Porto Alegre. Em Sapiranga tem uma ótima pista que foi reformada, em Novo Hamburgo também. Muitas pistas na capital estão deixadas de lado”, relata Ruan Richard, fotógrafo e skatista, conhecedor de pistas pelo estado.


Conheça mais sobre o Skate em Porto Alegre



Desde a popular pista localizada no Parque IAPI, que recebe diversos eventos anualmente, até locais com menor infraestrutura na Zona Norte da cidade, o esporte está sempre presente. A capital é terra natal de diversos expoentes, como o gaúcho Luan Oliveira, antigo frequentador do IAPI e hoje um dos melhores do mundo na categoria Street.


Com o aperfeiçoamento de estruturas e incentivo à modalidade com eventos, Porto Alegre pretende despontar como referência no Brasil.


Após os eventos da Copa do Mundo FIFA 2014, que exigiram uma melhora considerável em termos de mobilidade e infraestrutura, a prefeitura continuou a investir em revitalizações. Tais mudanças também impactaram na reforma de praças e parques, assim como a remodelação e melhoria de diversas pistas de skate. Visando o longo prazo, a capital se aprofundou no melhor desenvolvimento da prática desportiva na cidade.


Pontos como a Praça da Matriz estão com obras para revitalização em andamento, com a ajuda de investimentos privados, de acordo com a Secretaria Municipal da Cultura (SMC). Entretanto, locais como a pista da Leopoldina, localizada na Praça México, Zona Norte da capital, ainda necessitam de melhorias para utilização dos frequentadores.


Maior pista da América Latina será em Porto Alegre

Na Orla do Guaíba, Complexo Skate Park promete se tornar atração. (Crédito da foto: Eduardo Garcya).


Para fomentar a esperança de diversos adeptos do skate, está em andamento a obra que promete ser a maior pista da América Latina. Com execução e supervisão do grupo Confluência e aval da Prefeitura de Porto Alegre, a obra faz parte do projeto de revitalização do trecho 3 da Orla do Guaíba. De acordo com o projeto executivo da empresa, formada de uma parceria entre Spot e Rio Ramp Design, o investimento gira em torno de R$ 2,4 milhões. A estrutura atenderá a modalidade vertical (Bowl, Flow Park e Snake Run), assim como a modalidade Street (Street Plaza e Street Flow).



A modalidade Street é a que atrai mais praticantes urbanos, acostumados com a prática em ruas e que convivem com restrições de infraestrutura para a prática. A obra também apresentará referências da cultura da cidade, como âncoras e atracadouros, provenientes de atividades do porto.


“Muitos skatistas vão querer conhecer a pista e é bem provável que terão eventos importantes futuramente. Vai chamar muita atenção. Além de mais skatistas, vão ter mais vendas nos comércios próximos”, acrescenta Ruan.